Plenária popular pelo direito à comunicação: hoje, na Mostra Luta!

mega fone

Convidamos a todo mundo interessado na luta pelo direito à comunicação, pela comunicação popular e livre, contra a repressão opções binárias online e os monopólios e a favor de uma nova forma de fazer mídia, para a Plenária Popular na Mostra Luta!, realizada hoje, dia 25., às 19h30 no MIS-Campinas.

A proposta é ter a palavra aberta para discutir e propor ações nesta luta, a partir das experiências e demandas de comunicadores, midialivristas e demais interessados.

Entre os pontos de pauta:

- Contra a repressão de militantes e das rádios comunitárias e livres.
- Contra o monopólio na comunicação.
- Pela regulamentação da comunicação social no país, em favor de uma comunicação democrática.
- Pelo direito dos movimentos da sociedade terem direito às TVs públicas e comunitárias.
-  Pela organização dos comunicadores populares em mídias de resistência e na luta política pelo direito à comunicação.

Transmissão ao vivo pelo http://socializandosaberes.net.br/

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

6a. Mostra Luta realiza sessão-ocupação na “Sala (inacabada) Glauber Rocha”

mis-campinas

 Nesta quinta-feira, 24 de outubro, às 19h30, a 6ª Mostra Luta realizará uma sessão especial de exibição de filmes no Museu da Imagem e do Som de Campinas: a SESSÃO ESPECIAL: OCUPAÇÃO SALA GLAUBER ROCHA. Para quem não sabe, existe uma sala de cinema inacabada no MIS: sua estrutura está pronta, mas falta o acabamento da obra, a instalação de isolamento acústico e toda a estrutura necessária para a exibição de filmes (cadeiras, projetor, ar condicionado etc.).

No entanto, por falta de investimento, este projeto não foi concluído. Esta exibição  realizará a inauguração simbólica da já batizada “Sala Glauber Rocha” com o intuito de chamar a atenção da população e do Poder Público para este espaço ocioso com grande potencial cultural e educativo. Para a exibição, foram convidados o Secretário de Cultura de Campinas, Ney Carrasco; o diretor de cultura de Campinas, Gabriel Rapassi; a coordenadora do MIS Campinas, Adriana Maciel; os funcionários e funcionárias do MIS Campinas; a cineasta Dayz Peixoto e o cineasta Henrique de Oliveira Júnior, fundador do MIS Campinas.

Além disso, a proposta é que a população de Campinas se aproprie deste espaço, transformando-o numa SALA PÚBLICA GERIDA PELA POPULAÇÃO. Este projeto converge com a atual estrutura de organização do MIS Campinas, que se tornou a instituição pública mais democrática da cidade na última década. Além da programação planejada pelos funcionários, o MIS abre suas portas para que a sociedade civil sugira mostras, exposições, exibição de filmes e cursos, cumprindo relevante papel educativo, artístico e cultural na cidade. Por isso, a reivindicação do término da construção da Sala Glauber Rocha vem junto com uma série de outras demandas para que o MIS Campinas se torne um espaço com melhores condições físicas e estruturais para atender as demandas sociais.

Por isso, convocamos a população de Campinas a participar desta SESSÃO-ESPECIAL:  OCUPAÇÃO SALA GLAUBER ROCHA  e reivindicar mais um espaço de utilidade pública para a cidade. Ajude a divulgar!

maranhao-66

Sessão Especial: Ocupação Sala Glauber
24/10 quinta-feira

19:30h

Ocupação da sala Glauber Rocha, no MIS- Campinas. Para lembrar da importância do espaço, que há anos abriga um projeto inacabado de uma sala de cinema

Rocha Maranhão 66 (Glauber Rocha, 1966, 10’)O filme é uma encomenda de José Sarney, que acabava de ser eleito governador do estado do Maranhão. Sem complacência para com o político, o filme é construído como um verdadeiro desafio às suas promessas eleitorais demagógicas.

Ser (Henrique de Oliveira Jr., 1969, 2’). O nascimento, a diversidade de caminhos e a morte: os contrastes da vida através dos pés. Filme premiado em 3º lugar no V Festival do Jornal do Brasil (1969).

Tabela (Henrique de Oliveira Jr., 1977, 8’). Filme experimental premiado na 1ª Mostra do Filme Super 8 de Buenos Aires (1977) e no Festival Internacional das Ilhas Canárias (1980).

 Um pedreiro. (Dayz Peixoto, 1966, 11’). Documentário poético sobre a vida pessoal e profissional de um operário da construção civil.

Toninho abrindo as portas do Palácio (Sônia Fardin, 2001, 2’). Toninho instala seu Gabinete de prefeito no Palácio dos Azulejos. 

Livro de visitas (Juliana Siqueira, 2013, 3’). Curta-metragem produzido a partir dos depoimentos deixados pelos frequentadores do MIS Campinas em seu Livro de Visitas.

Padre Milton Santana (Juliana Siqueira, 2013, 20’). A luta de um padre de Campinas, já falecido, que praticou uma doutrina que une cristianismo com socialismo, isto é, a teologia da libertação.

 

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

Flaskô, Assentamento Milton Santos, Guarani-kaiowa e outros temas na sessão de hoje da Mostra Luta!

flasko

Hoje, dia 23,  a Mostra Luta apresenta uma sessão de curtas-metragens de luta, à partir das 19h30, no MIS-Campinas.

Confira a programação:

Entre nós, dinheiro (Coletivo Tela Suja e Cia Estudo de Cena, 2011, 25’).As relações mediadas pelo dinheiro e pela exploração se juntam ao discurso democrático do patrão e à sua própria ilusão no crescimento econômico do país.

Flaskô: A fábrica (Emiliano Goyeneche, 2013, 15’) Um amplo retrato da Flaskô, fábrica ocupada há 10 anos em Sumaré-SP, sob o controle dos trabalhadores.

O encontro do Hierofante com um Burguês. (Cia Estudo de Cena, 2013, 3’). Um pobre e faminto Hierofante tenta atazanar a vida de um burguês.

 Milton Santos - Resistência e Luta (Serviço de Utilidade Pública – SUP – 2013, 18’). A luta do assentamento Milton Santos do MST (Americana, SP), que já tendo sido assentado pelo INCRA, continua sofrendo com ameaças de despejo.

Nuvens de veneno (Beto Novais, 2013, 22’). Documentário expõe as preocupações com as consequências do uso de agroquímicos no ambiente, especialmente na saúde do trabalhador.

Tekoha: a terra sagrada. (Pós TV, 2008, 7’). O filme registra a luta dos Guarani-Kaiowa contra o massacre de seu povo e pela retomada da terra sagrada de Tekoha.

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

fotografia: filme Flakô: a fábrica

Mostra luta tem oficina de fanzine e debate sobre comunicação nas manifestações

Foto mesa

A Mostra Luta começa nesta terça, às 14 horas, com a Oficina de Fanzine e Quadrinhos de Batata sem Umbigo. A proposta é mostrar a história deste modo de expressão e informação, presente no Brasil desde a década de 60. A Oficina apresentará o histórico e formas práticas e baratas de se fazer zines.

Às 19h30 acontecerá o debate “Comunicação Popular nas manifestações”, com uma reflexão sobre a mídia de resistência nas mobilizações de 2013.  A mesa contará com o Movimento Passe-Livre, a Rede Extremo Sul, a Ação Direta do Vídeo Popular e midialivristas de Campinas. Antes da sessão passarão filmes realizados pelos coletivos participantes: Primeiro ato contra o aumento, da ADVP, Terminal Grajaú: humilhação coletiva, da Rede Extremo Sul e Ocupação Câmara Campinas, dos midialivristas de Campinas.

A Mostra Luta acontece no MIS-Campinas.

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

 foto- site MPL-SP

 

A luta pelo transporte na história, na atualidade e no vídeo-poesia: hoje na Mostra Luta!

A batalha da alerj

A Mostra Luta hoje terá uma sessão de curta dedicada principalmente à luta do movimento passe-livre  e do transporte público. A sessão de curtas, que se inicia no MIS, às 19h30, terá filmes atuais como A batalha da Alerj, 17 de junho de 2013, do coletivo Três Filmes. Além disso, haverá uma entrevista realizada pela TV Movimento, com o idealizador do projeto de Tarifa Zero, Lucio Gregori, chamada Tarifa zero: entenda como é possível. 

Dois filmes mostram a história do movimento: Passe-Livre Presente, de Jeff Vasques e Denis Forigo, da Camará e O distúrbio está só começando, de Carlos Pronzato (durante o ano de 2005, nas cidades de Campinas e Brasília, respectivamente). Para completar, será exibido o vídeo-poesia de Daniel Fagundes, do Núcleo de Comunicação Alternativa, Cuidado com o espaço entre o sonho e a realidade, que mostra a situação dos transportes no Brasil.

Além do tema dos transportes, estará na sessão Julgamento, de Diego Bion,  um curta experimental sobre a cobertura da mídia durante um massacre numa comunidade e Rap: o canto da Ceilândia, de Adirley Queirós, que  faz um paralelo entre a música e a construção da cidade.

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

fotografia- filme A Batalha da Alerj, 17 de junho de 2013

Mostra luta hoje tem oficina, sessão de curtas e filme de Patricio Guzman

chile

A Mostra Luta começa cedo neste domingo, às 9h30com, com  a oficina de fotografia “Bem-Querer”, com o fotógrafo João Ripper, fundador do projeto “Imagens Humanas”.

Às 16hs será exibido o curta 11 de setembro, de Ken Loach, que é um paralelo entre o ataque às torres gêmeas nos EUA e o Golpe Militar no Chile, ambos ocorridos em um dia 11 de setembro. Em sequência virá o longa Nostalgia da luz, de Patricio Guzman, sobre a busca, no deserto de Atacama do Chile, de astrônomos , arqueólogos e mulheres que com as próprias mãos cavam a terra em busca de desaparecidos na ditadura de Pinochet.

Para encerrar o dia, uma sessão de curtas, onde se destaca o tema das manifestações de 2013, como No olho do furacão , de Michel de Souza, que une fotografia e vídeo no registro de passeatas no Rio. Além disto, a sessão terá temas como a luta de remanescentes de quilombos e saraus literários.

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

Fotografia- filme 11 de setembro, de Ken Loach

 

 

Segundo dia da Mostra Luta tem filmes e debate em homenagem a João Zinclar

zinclar Natasha

A Mostra Luta começou ontem, dia 18, com casa cheia para a exibição do filme João Zinclar: a imagem militante, realizado pelo MIS-Campinas. O documentário é uma homenagem ao fotógrafo militante, que faleceu no início deste ano. O filme foi feito a partir de uma longa entrevista com ele sobre a sua vida como operário, hippie, sindicalista e fotógrafo dos movimentos sociais.  Depois da exibição, houve a intervenção de amigos e familiares, que contaram um pouco da experiência com João, lembrando o seu legado tanto na vida pessoal, como na história das lutas sociais.

A mostra prossegue hoje (dia 19) com a homenagem, através da exibição de mais dois filmes sobre João, a partir das 17 horas: Não faço fotografia, faço denúncia social, de Sônia Oliveira e Camarada João, presente! Agora e sempre!, do Coletivo de Comunicadores Sociais.  O primeiro mostra a experiência de João Zinclar no contato com jovens da rede pública, onde conta sua história. O segundo é uma homenagem à sua vida e memória.

Às 18 hs acontecerá a mesa de debates “Imagens militantes: João Zinclar presente!” com os  antigos companheiros, os  fotógrafos João Ripper e Jesus Carlos, o cartunista Bira Dantas e a historiadora Sonia Fardim. Ao fim haverá a visita à exposição “João Zinclar: a imagem militante” e um coquetel.

A Mostra Luta vai até o dia 27, com 40 filmes, debates, plenária popular, oficinas, teatro, música, exposição e mais.. Esperamos vocês!

Veja a programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

Fotografia- Natasha Mota 

Começa hoje a Mostra Luta!

Joao Sao Francisco

Vivemos tempos de mobilizações sociais, diferentes formas de organização e luta por uma nova sociedade, livre de opressões e com um verdadeiro poder popular. Ao mesmo tempo, o Estado cada dia mais endurece seu aparato de repressão e genocídio, em nome da manutenção de um sistema econômico e da ordem estabelecida.

É neste cenário que iniciamos, hoje, a nossa Mostra Luta, organizada pelo Coletivo de Comunicadores Populares. Realizada desde 2008, a mostra pretende dar visibilidade às produções em audiovisual e outras artes, de coletivos ligados às lutas sociais. Promove discussões, encontros, em manifestações culturais e políticas, que buscam um contraponto à comunicação controlada pelo poder econômico. Quando entramos em mais um ano de luta para tornar visível  o que emana das ruas, neste agitado 2013, lembramos de um companheiro que dedicou grande parte de  sua vida à militância através das imagens : João Zinclar, falecido no início deste ano.

João Zinclar era um operário da fotografia, com grande trabalho junto aos movimentos sociais e à comunicação popular, sempre denunciando nosso injusto país e mostrando a resistência do povo. Este ano  prestamos uma homenagem a ele, que era também um grande colaborador da Mostra Luta. Na abertura do evento hoje (dia 18), às 19h30, no MIS-Campinas, haverá uma sessão com o documentário João Zinclar: a imagem militante (realizado pelo MIS). Entre os dias 15 de outubro e 18 de novembro também ficará aberta a exposição João Zinclar: a imagem militante, no MIS.

A programação da Mostra Luta vai do dia 18 ao dia 27, com mais homenagem ao João, além de 40 filmes, debate sobre comunicação nas manifestações de 2013, plenária popular do direito à comunicação, teatro, música, oficinas de fotografia e fanzine/HQ e uma exposição de fotografia chamada “Mobilidade e mobilização” com fotos espalhadas pelo Centro de Campinas.

Esperamos vocês!

Saiba mais sobre a Mostra Luta- http://mostraluta.org/mostra-luta-trara-a-explosiva-imagem-das-ruas-e-homenagem-a-joao-zinclar/

Programação completa- http://mostraluta.org/edicoes-anuais/6a-edicao-20-a-27-de-outubro-de-2013/material-de-divulgacao/

 

 

Mostra Luta!

18 a 27 de outubro

MIS-Campinas

Rua Regente Feijó , 859, Centro

 

foto: João Zinclar

Exposição Fotográfica - 6a Mostra Luta!

MOBILIDADE E MOBILIZAÇÃO

 “Um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar.” (Chico Science)

Estação da Luz 3

Estação da Luz 3, Lineu Kohatsu. São Paulo, 2013.

Estação da Luz 1

Estação da Luz 1, Lineu Kohatsu. São Paulo, 2013.

Acessibilidade - Metro

Acessibilidade Metrô, Lineu Kohatsu. São Paulo, 2013.

03.MarianaSantos_RodasQueManifestam_RiodeJaneiro_2013

Rodas que Manifestam, Mariana Santos. Rio de Janeiro, 2013.

04.pauladuarte_semtitulo3_juizdefora_2012

Sem Título, Paula Duarte. Juiz de Fora, 2012.

05.vivianaechávez_rebele-se_campinas_2013

Rebele-se, Viviana Echavéz. Campinas, 2013.

06.TeteSilva_quartoato2_riodejaneiro_2013

Quarto Ato 2, Tete Silva. Rio de Janeiro, 2013.

07.OliveiraFrancia_temosQ3_campinas_2013

Temos Que 3, Oliveira Francia. Campinas, 2013.

08.RodrigoMarques_euforia_campinas_2013

Euforia, Rodrigo Marques. Campinas, 2013.

09.Vitor Madeira_UM FUTURO MELHOR_Av

Um Futuro Melhor, Vitor Madeira.

10.RomeritoPontes_JornadasDeJunho_SãoCarlos_2013

Jornadas de Junho, Romerito Pontes. São Carlos, 2013.

11.TeteSilva_apoiogreveprof2_riodejaneiro_2013

Apoio a Greve dos Professores 2, Tete Silva. Rio de Janeiro, 2013.

12.sofiaaguiar_ocomunistaindividual_campinas_2013

O Comunista Individual, Sofia Aguiar. Campinas, 2013.

13.Bruno Dias_Parada obrigatória_Campinas_2013

Parada Obrigatória, Bruno Dias. Campinas, 2013.

14.vivianaechávez_maisqueesmola_campinas_2013

Mais que Esmola, Viviana Echávez. Campinas, 2013.

15.Bruno Dias_En sus manos, compañero_Campinas_2013

En Sus Manos Compañero, Bruno Dias. Campinas, 2013.

16.fabiana ribeiro-preparo - 2013

Preparo, Fabiana Ribeiro. Campinas, 2013.

17.1.GilCaldas_PasseLivre_Campinas_2013

Passe Livre, Gil Caldas. Campinas, 2013.

17.2.Rodrigo Lobo-Igualdede- campinas- 2013-DSC05645

Igualdade, Rodrigo Lobo. Campinas, 2013.

18.MarianaSantos_NuestraSeñoradelaSantaMuertedeLasMascaras_RiodeJaneiro_2013

Nuestra Señora de la Santa Muerte de las Mascaras, Mariana Santos. Rio de Janeiro, 2013.

19.pauladuarte_semtitulo4_juizdefora_2013

Sem Título, Paula Duarte. Juiz de Fora, 2013.

Manifestação Fortaleza

Castelão, Davi Pinheiro. Fortaleza, 2013.

21.Vitor Madeira_OBSERVADOR_Av

Observador, Vitor Madeira.

22.pauladuarte_semtitulo1_juizdefora_2012

Sem Título, Paula Duarte. Juiz de Fora, 2012.

Dias de Luta

Dias de Luta, Katia Carvalho. Rio de Janeiro, 2013.

24.sofiaaguiar_trabalhadoranãodomésticada_campinas_2013

Trabalhadora Não Domesticada, Sofia Aguiar. Campinas, 2013.

DIGITAL CAMERA

Desmoronamento, Ana Lucia. Rio de Janeiro, 2010.

26.fabiana ribeiro- faz a hora -campinas- 2013

Faz a Hora, Fabiana Ribeiro. Campinas, 2013.

27..RomeritoPontes_1x0_SãoCarlos_2013

1×0, Romerito Pontes. São Carlos, 2013.

Integrante Black Bloc RJ

Integrante Black Block Rio de Janeiro, Katia Carvalho. Rio de Janeiro, 2013.

Abaixo a Repressão

Abaixo a Repressão, Davi Pinheiro. Fortaleza, 2013.

30.Erick Dau_Copa do Mundo_Rio de Janeiro_2013

Copa do Mundo, Erick Dau. Rio de Janeiro, 2013.

31.MarceloFirer_Sem Gás_Campinas_2012

Sem Gás, Marcelo Firer. Campinas, 2012.

Passe Livre Já

Passe Livre Já, Davi Pinheiro. Fortaleza, 2013.

34.Erick Dau_Rio _nibus_Rio de Janeiro_ 2013

Ônibus, Erick Dau. Rio de Janeiro, 2013.

36.newton_ocupaçãodacamera_07-08-2013_campinas

Ocupação da Câmara, Newton Amusquivar. Campinas, 2013.

37.Bruno Dias_Pela ordem, senhor presidente_Campinas_2013

Pela Ordem Senhor Presidente, Bruno Dias. Campinas, 2013.

38.OliveiraFrancia_temosQ5_campinas_2013

Temos Que 5, Oliveira Francia. Campinas, 2013.

39.Erick Dau_Limite__Rio de Janeiro_2013

Limite, Erick Dau. Rio de Janeiro, 2013.

Mostra Luta trará a explosiva imagem das ruas e homenagem a João Zinclar

pauladuarte_semtitulo3_juizdefora_2012

Em 2013 vimos as manifestações se reacendendo em todo o país. Junto à luta por um outro transporte, outra cidade e outro sistema econômico e político, as vozes das ruas se levantaram contra uma mídia que não representa seus anseios. Para se contrapor às manipulações da imprensa hegemônica, o movimento se armou fortemente com sua própria mídia, construindo um discurso a partir de baixo.

A Mostra Luta, que acontecerá dos dias 18 a 27 de outubro no MIS-Campinas, mostrará algumas destas imagens em movimento. Realizada anualmente desde 2008 pelo Coletivo de Comunicadores Populares, a mostra promove a exibição de filmes e discussões sobre as lutas sociais e outras atividades culturais na cidade. Este ano exibiremos alguns dos trabalhos feitos sobre as manifestações, como o longa Com Vandalismo, do Coletivo Nigéria, do Ceará (no dia 27, às 16h). No dia 22, promoveremos o debate “Comunicação popular nas manifestações”, com o MPL, a Rede Extremo Sul, o Ação Direta do Vídeo Popular e midialivristas de Campinas. Antes desta discussão, que começará às 19h30, serão exibidos alguns filmes destes coletivos. Além disso, realizaremos a exposição “Mobilidade e mobilização”, com fotografias  dos protestos coladas em muros por todo o Centro de Campinas.

João Zinclar

foto_zinclar1

Além do tema das mobilizações de 2013, a mostra homenageará João Zinclar, falecido no início deste ano. Zinclar era um importante fotógrafo no trabalho junto aos movimentos sociais e um membro do nosso coletivo.  Nos dias 18 e 19 haverá sessões de filmes em homenagem a ele (às 19h30 e 16hs, respectivamente) e no dia 19, às 18hs, acontecerá um debate com antigos amigos e companheiros de profissão. Durante todo o período da Mostra Luta ficará aberta a exposição “João Zinclar:  imagem militante” no Mis.

Sala Glauber Rocha

Na quinta, dia 24, o Coletivo de Comunicadores Populares realizará uma sessão na sala Glauber Rocha, no MIS, às 19h30. O local aguarda a construção de uma sala de cinema há anos e a ação, chamada “Ocupação Glauber Rocha”, chamará atenção para a importância da conclusão da construção do espaço. Serão exibidos filmes sobre o MIS, como Livro de Visitas, de Juliana Siqueira, obras do realizador e militante da preservação audiovisual na cidade, Henrique de Oliveira Jr. e o curta de Glauber, Maranhão 66.

40 filmes

Haverá a exibição de 40 filmes entre os dias 18 e 27 de outubro. Entre os destaques estão os longas O fim do esquecimento, de Renato Tapajós, sobre os militantes que participaram do Tribunal Tiradentes- tribunal popular feito no fim da Ditadura, contra a Lei de Segurança Nacional. O filme será exibido no dia 19, às 19h. Já Nostalgia da Luz, do chileno Patrício Guzman (de A Batalha do Chile), que estará no MIS domingo, dia 20, às 16 hs, mostra a busca por sobreviventes da ditadura chilena no Deserto do Atacama, junto de arqueólogos que buscam fósseis milenares e astrônomos que investigam a origem do universo. Serão exibidos desde os mais novos filmes do videoativismo das ruas, como No olho do furacão, de Michel de Souza,  até  alguns clássicos do cinema militante, como um trecho de A hora dos fornos, de Fernando Solanas.

com vandalismo

A Mostra Luta também terá as oficinas de fotografia com João Ripper, dia 20, e de fanzine/quadrinhos com Batata sem Umbigo, no dia 22 (veja abaixo como participar, no link da programação).  No dia 25, às 19h30 acontecerá uma plenária popular para discutir a comunicação nos movimentos sociais de Campinas e região e no dia 26, às 16h será apresentado a peça de teatro de rua A farsa da justiça burguesa, do Estudo de Cena, na Praça da Catedral. Para encerrar, no Pátio do MIS, às 19 hs do dia 27, haverá uma grande festa com a banda Somo Black. O grupo, que tem um trabalho em locais de luta social, traz um som de black music, funk,  rap, samba-rock e samba, com letras politizadas contra o racismo, a exploração e a favor das lutas sociais.

Mostra Itinerante nas escolas

Teve abertura no dia 9, na Escola Municipal Oziel Alves Pereira, no Parque Oziel, a Primeira Mostra Luta Itinerante nas escolas. A Primeira Mostra Itinerante segue até o dia 17, no Parque Oziel e também nas escolas municipais Pierre Bonhomme e Gal. Humberto de Souza Melo. A ideia é levar a produção da mídia independente e popular, ajudando na promoção de debates e na visibilidade das lutas sociais no ambiente da educação.

História da Mostra Luta

Em 2008, alguns coletivos de vídeo de Campinas, que produziam trabalhos ligados às lutas sociais, se reuniram para encontrar espaços para exibição. Decidiram organizar uma mostra no Museu da Imagem e do Som (MIS), onde seriam exibidos seus filmes, seguidos de debates com a população. Este evento foi chamado de Mostra Luta e vem sendo realizado desde lá, chegando à sua sexta edição em 2013. Durante este tempo a mostra abriu espaço também para teatro, quadrinhos, poesia, dança, música e fotografia. Sempre buscando outras possibilidades de olhar, discutir e pensar diferente daqueles que detém o poder midiático.

Bruno Dias lenço

 

Confira a programação da Mostra Luta 2013- completa aqui!

 

Vídeo  da Primeira Mostra Luta

http://www.youtube.com/watch?v=ylJQgxakawM

 

Foto 1- Paula Duarte

Foto 2- João Zinclar

Foto 3- Filme Com Vandalismo

Foto 4- Bruno Dias